Notícias Fenafisco

Henrique Meirelles: ‘A reforma da Previdência é fundamental’

31 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Candidato do MDB à presidência da República é o quarto entrevistado do Destak na série com os presidenciáveis; ele promete criar mensalidade para cursos em universidades públicas e investir em privatização das empresas públicas

Ex- ministro da Fazenda dos governo Lula e Temer, o candidato do MDB Henrique Meirelles chega para a disputa defendendo a reforma da Previdência e a privatização de empresas públicas como forma de reduzir o rombo fiscal. Henrique Meirelles é o quarto entrevistado da série do Destak com os presidenciáveis, que vai até a próxima quinta-feira (5).

Projeto obriga corruptos a pagarem três vezes o valor desviado

31 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Os réus condenados por corrupção ativa ou passiva poderão ser obrigados a pagar uma multa de três vezes o valor do prejuízo causado aos cofres públicos. A punição está prevista no PLS 187/2018, do senador Reguffe (sem partido-DF), que aguarda designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Contas do governo federal tem deficit de R$ 7,5 bilhões em julho

31 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Resultado é o melhor desde 2014. Governo deve cumprir meta fiscal

As contas do governo central –que reúne Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social– registraram deficit primário de R$ 7,5 bilhões em julho. Mesmo negativo, foi o melhor resultado para o mês desde 2014.

Governo voltará a propor Reforma da Previdência ao Congresso, diz Guardia

31 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Deu entrevista à GloboNews nesta 5ª. Tramitação foi suspensa em fevereiro. Depende do aval do novo presidente

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou que o governo voltará a propor a Reforma da Previdência ao Congresso ainda em 2018 caso o presidente eleito concorde com a proposta atual. A declaração foi dada durante entrevista à GloboNews nesta 5ª feira (30.ago.2018).

Por 7 a 4, STF constitucionaliza terceirização geral, o mercado vence novamente

31 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Por 7 a 4, depois da 5ª sessão realizada nesta quinta-feira (30), o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) encerrou o julgamento conjunto da ADPF 324 e do RE 958.252, que tratavam, respectivamente, da terceirização na atividade-fim da empresa e da Súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que proíbe a terceirização da atividade-fim. O tema estava na pauta do plenário do Supremo desde o último dia 16. A decisão destrava cerca de 4 mil processos parados nas instâncias inferiores do Judiciário, que agora poderão ter andamento.

Fenafisco e Sindifern incentivam a participação política no RN

30 Agosto 2018

A Fenafisco e o Sindifern promoveram nos dias 29 e 30 de agosto palestras nas cidades de Natal e Mossoró, no Rio Grande do Norte, sobre participação política. O diretor para Assuntos Parlamentares da Federação, Pedro Lopes, levou a mensagem de envolvimento ativo nas eleições de 2018 para mais de 100 servidores fiscais do Estado.

Reforma tributária de Ciro propõe atacar desigualdade ao taxar os mais ricos

30 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Candidato quer aumentar alíquota de imposto sobre heranças e doações e recriar IR sobre lucros e dividendos

iro Gomes, candidato do PDT à Presidência da República, propõe uma reforma tributária que, além de "simplificar" o sistema, seja capaz de reduzir desigualdades econômicas e sociais.

“Lei Kandir impede industrialização e privilegia barões do agro”

30 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Postulante do PSOL também propõe uma reforma tributária que cobra mais dos mais ricos

Candidato ao Senado nas eleições deste ano, o procurador Mauro Lara (PSOL) afirmou que, se eleito, vaa trabalhar por mudanças na Lei Kandir – que isenta de ICMS os produtos primários de exportação.

Opinião: Amoêdo acha que a desigualdade não importa. Importa, sim

30 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

João Amoêdo, candidato a presidente pelo Novo, costuma dizer que vai combater a pobreza e não necessariamente a desigualdade. Porque “somos, felizmente, diferentes por natureza”. Para ele, o combate à pobreza se faz com geração de renda, não com sua distribuição.

Em entrevistas, o presidenciável dá a entender que a desigualdade nem é exatamente um problema. “Você acha que se a gente resolver a desigualdade no Brasil é bom?”, perguntou ele a uma jornalista da “Folha de S.Paulo”. “Vamos pedir para todo mundo que tenha acima de uma determinada quantidade de dinheiro mudar a sua cidadania e ir morar fora do Brasil. Pronto. Resolveu a desigualdade”, propôs, irônico.

Alívio na tributação indireta é consenso

30 Agosto 2018
Publicado em Na Mídia

Candidatos defendem a unificação de impostos sobre bens e consumo, mas dificuldades devem continuar impedindo um avanço

Os seis principais candidatos a governar o Brasil, de 2009 a 2022, são favoráveis a promover um avanço na tributação indireta – uma das mais perversas, por taxar igualmente ricos, remediados e pobres. Esses tributos federais (Cofins, PIS, IPI e sobre Importação), estadual (ICMS) e municipal (ISS), que incidem sobre bens e serviços, respondem por cerca da metade da elevada carga tributária no País – ao redor de 33% do Produto Interno Bruto (PIB) –, tornando o nosso sistema regressivo. Pobres e trabalhadores são mais onerados, enquanto a tributação sobre renda e patrimônio é baixa – o contrário do praticado nos países desenvolvidos.