Notícias Fenafisco

"Palestra Mágica" reúne grande público no momento motivacional do VII Enape

11 Novembro 2017

Os congressistas do VII Enape lotaram o auditório do evento, na tarde da sexta-feira (10), para conferir a “Palestra Mágica” de Jardel Beck. Parte da programação, o momento motivacional proporcionou ao público reflexões sobre ânimo, criatividade, trabalho em equipe, além da superação de desafios, diante das incertezas da vida.

Educação financeira resgata a saúde do bolso

10 Novembro 2017

Planejar o futuro significa estar preparado para as oportunidades e adversidades. Diante disso, o ciclo de palestras do VII Enape, trouxe ao debate, no painel III (Gestão Pessoal de Finanças na Aposentadoria) o planejamento financeiro como estratégia para equilibrar o orçamento pessoal, gerar reservas e realizar sonhos.

A prevenção é a melhor garantia para se obter uma vida saudável

10 Novembro 2017

O VII Encontro Nacional de Aposentados, Aposentandos e Pensionistas do Fisco Estadual e Distrital - Enape, promoveu na quinta-feira (9),  em Foz do Iguaçu, palestra sobre “Os cinco pilares para uma longevidade saudável”, para discutir assuntos ligados à qualidade de vida.

Sindifisco-PA promove campanha

10 Novembro 2017

Campanha de alerta sobre os prejuízos causados com a Lei Kandir.  

O Sindifisco Pará vai promover campanha que alerta a sociedade sobre os danos causados pela Lei Kandir ao estado do Pará, nos últimos 21 anos. A lei impede a cobrança do ICMS sobre as exportações de produtos primários, como a exploração mineral.

Por isso, o sindicato propõe a volta da tributação desses recursos e incentiva a verticalização da cadeia produtiva e a devolução dos recursos que o estado deixou de arrecadar. O que possibilitaria a industrialização da matéria prima extraída aqui no Pará, gerando empregos e ajudando no crescimento do estado.

Sindifiscal - MS: Delegacia Sindical de Campo Grande lança projeto "Aposentei... e agora??

10 Novembro 2017

A aposentadoria é um momento ímpar de retomar sonhos, iniciar projetos, buscar novas formas de ser feliz! Para muitas pessoas o trabalho está relacionado à identidade e usufruir da aposentadoria requer preparação e busca de novos interesses, ainda mais para quem deseja uma mudança no estilo de vida.

Pensando nisso, a 1ª Delegacia Sindical de Campo Grande lançou durante a primeira edição do Chá & Prosa, o projeto “Aposentei... e agora?” que tem por objetivo incentivar os colegas aposentados a manter-se ativos por meio de novas atividades e habilidades.

Sindifisco-RS: Santa Cruz do Sul conquista o Prêmio Gestor Público Especial 2017

10 Novembro 2017

O Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS esteve lotado na noite desta terça-feira (7) para premiar os melhores projetos públicos dos municípios gaúchos inscritos na 16ª edição do Prêmio Gestor Público (PGP). O PGP é promovido, desde 2002, pela categoria dos auditores-fiscais da Receita Estadual do RS, através do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Tributária do RS (Sindifisco-RS) e da Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais do RS (Afisvec).

Governadores temem desgaste por aumento de imposto a servidores

10 Novembro 2017
Publicado em Na Mídia

A medida provisória (MP) que eleva para 14% a alíquota previdenciária de servidores federais enfrenta forte resistência do funcionalismo

Brasília – A medida provisória (MP) que eleva para 14% a alíquota previdenciária de servidores federais enfrenta forte resistência do funcionalismo, que já iniciou campanha pela derrota da medida. No Congresso, a categoria tem hoje forte poder de pressão.

Esse grupo pode crescer com o reforço de alguns governadores que também devem se opor à elevação, avalia o presidente do Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados, André Horta, que atua pelo Rio Grande do Norte.

Está em jogo o desgaste político de uma medida impopular. “Tem Estado que quer, porque melhora o caixa. E tem Estado que não quer aplicar (o aumento da alíquota). Vai dar um bocado de trabalho e de discussão”, diz Horta.

Os muito ricos sonegam sem culpa

10 Novembro 2017
Publicado em Na Mídia

Novo vazamento sobre “paraísos fiscais” demonstra: para não pagar impostos, transnacionais e milionários escondem-se nos mesmos circuitos financeiros usados pelos corruptos e redes criminosas

A maioria das pessoas não compreende as complexidades do sistema de aplicações offshore. Elas não têm necessidade – porque não têm dinheiro suficiente para considerar os esquemas e arranjos que são oferecidos nos paraísos fiscais. O mundo “ordinário” e o mundo “offshore” vêm coexistindo há décadas, separados pelo sigilo que se mantém como uma das mais importantes atrações do setor. Esse sigilo – e fiscalização frouxa – lhe tem servido muito bem.

Auditores fiscais da Secretaria da Fazenda fiscalizam 80 varejistas

10 Novembro 2017
Publicado em Na Mídia

Auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda estiveram em Criciúma-SC nessa quarta-feira, dia 8, para verificar o cumprimento das obrigações tributárias em 80 varejistas do município. O trabalho foi conduzido pelo Grupo Especialista Setorial de Automação Comercial (Gesac).

Entre outras competências, o Gesac é o responsável por definir as políticas de controle do comércio varejista, incluindo a regulação do uso de documentos fiscais eletrônicos, de equipamentos Emissores de Cupom Fiscal (ECF) e dos Programas Aplicativos Fiscais (PAF-ECF).

Receita monta operação para cobrar imposto de auxílio-moradia e ganhos extras de juízes

10 Novembro 2017
Publicado em Na Mídia

‘Penduricalhos’ agregados à remuneração de magistrados estão atualmente livres de Imposto de Renda

A Receita Federal mira o Poder Judiciário e prepara uma operação para cobrar Imposto de Renda de magistrados que, na avaliação dos auditores, incorporaram ao salário uma série de benefícios. Popularmente, eles são chamados de “penduricalhos” e são livres de Imposto de Renda. O auxílio-moradia é considerado um dos mais relevantes pela Receita.

Atualmente, esse auxílio custa cerca de R$ 1 bilhão por ano para os cofres públicos em todo o país e é um dos motivos que fazem os rendimentos no Judiciário ultrapassarem o teto salarial do funcionalismo. O limite a ser pago equivale ao salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), R$ 33,7 mil.