Notícias Fenafisco

Governo terá de aumentar tributos para compensar PIS/COFINS, dizem especialistas

20 Março 2017
Publicado em Notícias

Ministério da Fazenda informou que pedirá ao Supremo para que a mudança só entre em vigor em 2018

O governo terá de aumentar tributos para compensar a mudança no Programa de Integração Social (PIS) e na Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), dizem especialistas ouvidos pela Agência Brasil. Segundo eles, o governo terá trabalho extra para convencer a base aliada a alterar a legislação em tempos de instabilidade política.

SINDIFISCO-GO: Frente Estadual de Carreiras Típicas realiza sua primeira reunião

As carreiras típicas de Estado fizeram o 1º encontro da Frente Estadual que representa as categorias.  A reunião foi realizada na última terça-feira, em Goiânia, e contou com a presença do presidente do Sindifisco, Paulo Sérgio dos Santos Carmo, e dos diretores da entidade Cláudio César e Gerson Bosco; além da vice-presidente da Apeg, procuradora do Estado Ana Paula de Guadalupe Rocha; o presidente da AGDP, o defensor público Victor Lázaro Ulhôa Morais; a presidente do Sindepol, delegada Silvana Nunes Ferreira; e o diretor da entidade, delegado Fabrício Madruga Santos.

Governo terá de aumentar tributos para compensar PIS/COFINS, dizem especialistas

20 Março 2017

Ministério da Fazenda informou que pedirá ao Supremo para que a mudança só entre em vigor em 2018

O governo terá de aumentar tributos para compensar a mudança no Programa de Integração Social (PIS) e na Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), dizem especialistas ouvidos pela Agência Brasil. Segundo eles, o governo terá trabalho extra para convencer a base aliada a alterar a legislação em tempos de instabilidade política.

SINDIFISCO-GO: Frente estadual de carreiras típicas realiza sua primeira reunião

20 Março 2017

As carreiras típicas de Estado fizeram o 1º encontro da Frente Estadual que representa as categorias.  A reunião foi realizada na última terça-feira, em Goiânia, e contou com a presença do presidente do Sindifisco, Paulo Sérgio dos Santos Carmo, e dos diretores da entidade Cláudio César e Gerson Bosco; além da vice-presidente da Apeg, procuradora do Estado Ana Paula de Guadalupe Rocha; o presidente da AGDP, o defensor público Victor Lázaro Ulhôa Morais; a presidente do Sindepol, delegada Silvana Nunes Ferreira; e o diretor da entidade, delegado Fabrício Madruga Santos.

CE: Mais de um milhão de pessoas protestam contra reforma da previdência

20 Março 2017

No último dia 15 de março, mais de um milhão de pessoas foram às ruas, em todo o País, protestar contra a reforma da Previdência imposta pelo governo Michel Temer, durante as ações do Dia Nacional de Paralisação contra a PEC 287/2016. Em Fortaleza, mais de 50 mil pessoas se concentraram na Praça da Bandeira e percorreram as principais ruas do centro da cidade, rumo à Praça do Ferreira.

SINDSEFAZ-BA: Assembléia aprova paralisação de 24 horas dia 06 de abril

A assembleia dos fazendários aprovou nesta quinta (16) participar da paralisação geral dos servidores públicos baianos, marcada para o dia 06 de abril. O movimento paredista por 24 horas vem sendo definido por todas as categorias e foi indicado pela plenária da Fetrab (Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia). A coordenadora da entidade, Marinalva Nunes, participou do encontro.

A ideia é realizar essa primeira ação e preparar uma greve geral do funcionalismo estadual caso o governo não negocie a pauta geral de reivindicações e reinstale as mesas setoriais em cada secretaria, para tratar as pautas específicas. Os servidores se ressentem de dois anos de congelamento salarial e da política salarial vigente desde 2013, que pode levar a uma perda total de mais de 25% ao final de 2017, caso nenhum reajuste seja concedido ao longo do ano.

Emenda garante aposentadoria de atuais parlamentares

20 Março 2017

Proposta garante regras novas apenas para congressistas que assumirem após a validade delas; já são 146 emendas ao projeto original do governo Temer

Desde que o projeto da reforma da Previdência, uma das prioridades do governo, foi enviado ao Congresso pelo presidente Michel Temer (PMDB), os deputados federais já apresentaram nada menos que 146 emendas de alteração no projeto. Elas versam sobre mudanças na idade mínima proposta – de 65 anos, para homens e mulheres –, no tempo de contribuição necessário e no pagamento de benefícios, entre outros temas. Uma, em especial, trata da aposentadoria dos próprios deputados.

Fisco em dia 11 – SINDIFISCO-PB

Mulheres do Fisco prontas para luta

Auditoras fiscais ativas, aposentadas e as pensionistas, participaram da comemoração ao Dia Internacional da Mulher (8 de março), realizada na quarta-feira (15), pelo Sindifisco-PB, em João Pessoa. O encontro tratou das questões de gênero e a importância da mulher na sociedade moderna.

Comissão da reforma da previdência recebe mais de 140 emendas ao texto

20 Março 2017

Com o fim do prazo para a apresentação de emendas, a comissão especial que analisa a reforma da Previdência recebeu 146 sugestões ao texto encaminhado pelo governo. As propostas visam alterar pontos específicos ou até mesmo suprimir ou modificar a totalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que trata do tema.