A reforma da Previdência abre o ciclo de palestras do VII Enape

10 Novembro 2017

O primeiro dia atividades do VII Enape trouxe à discussão os impactos da  reforma previdenciária pretendida pelo governo federal, na vida dos trabalhadores e servidores brasileiros.

O presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), Floriano Martins de Sá Neto, iniciou a palestra criticando as inconsistências da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/16 e a insegurança jurídica a ser imposta aos servidores públicos, no caso de aprovação do projeto. Ele lembrou que a Previdência Social é um benefício de caráter contributivo, que deve garantir a renda familiar do trabalhador.

Atendimento contábil pode ajudar MEIs a saírem da berlinda

09 Novembro 2017

A decisão do Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM) de suspender, por 30 dias, o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) de Microempreendedores Individuais (MEIs) em débito com o Fisco preocupa o segmento. A realidade é que, segundo especialistas, muitos MEIs têm dificuldade em acessar assistência de profissionais contábeis especializados e, por isso, encontram muitas dificuldades para se manter em conformidade com as exigências da Receita Federal. Porém iniciativas gratuitas podem ajudar esse segmento a colocar as contas em dia e fazer os negócios alavancarem.

Imposto de Renda 2017: Receita abriu consulta ao 6º lote de restituição na quarta-feira

09 Novembro 2017

Consultas foram liberadas na quarta-feira (8) e crédito bancário cai no dia 16; lote contempla 2.428.985 contribuintes, que vão receber mais de R$ 2,9 bilhões.

 

Receita Federal liberou nesta quarta-feira (8) as consultas ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2017. Este lote também incluirá restituições residuais de 2008 a 2016 e pode ser consultado no site da Receita.
Ao todo, serão pagos mais de R$ 2,9 bilhões para 2.428.985 contribuintes. Os depósitos serão feitos em 16 de novembro.
Desse total, R$ 107,8 milhões serão pagos a idosos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental, que tem preferência em receber os recursos por lei.